Gases tóxicos podem ter causado 4 mortes em poço na PB, diz bombeiro

Gases tóxicos podem ter sido a causa da morte dos quatro homens que faziam a limpeza de um poço na cidade de Barra de São Miguel, no Cariri paraibano na quinta-feira (12). A informação foi repassada pelo Tenente Rogério, do Corpo de Bombeiros. Das outras quatro pessoas que foram socorridas e levadas para atendimento médico após passar mal, três receberam alta do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, para onde tinham sido encaminhadas.

O incidente ocorreu na tarde dessa quinta-feira (12) , quando as vítimas estavam trabalhando dentro dos poços. As primeiras informações da Polícia Civil são de que os homens teriam tido um mal estar no momento em que faziam a limpeza dos locais.

Para o Tenente Rogério, do Corpo de Bombeiros a possibilidade mais plausível neste momento é que os trabalhadores tenham sido entoxicados. “Num poço dessa profundidade é comum encontrarmos gases tóxicos no fundo e pode ter acontecido dos trabalhadores terem inalado esse gás e perdido a consciência” explicou.

A Polícia Civil, que investiga o caso, trabalha ainda com outras hipóteses para explicar a morte dos trabalhadores. A primeira seria que a água dos poços estaria envenenadas por agrotóxicos e as vítimas teriam sido contaminadas. A segunda hipótese é de que os homens podem ter sofrido falta de oxigênio, já que o poço tem cerca de 10 metros de profundidade.

Os quatro homens que sobreviveram ao incidente foram encaminhadas para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. As vítimas chegaram conscientes e ficaram sob observação. Três delas receberam alta hospitalar ainda na noite de quinta. De acordo com a unidade de saúde, o único trabalhador internado tem previsão de alta nesta sexta-feira (13).

Fonte: G1 PB