Após suposta traição, evangélico mata mulher estrangulada em João Pessoa

Uma discussão levou o marido a matar a mulher por estrangulamento, no início da tarde de ontem (quarta-feira, 26) no bairro Esplanada, Zona Sul de João Pessoa.

De acordo com informações da polícia, o casal, que era evangélico da Igreja Assembleia de Deus Madureira, teve uma acirrada discussão e o homem agrediu a companheira com socos e pontapés.

Maria do Carmo Guedes, 46 anos, acabou morta por estrangulamento.

Após cometer o crime, o suspeito ligou para o filho informando que a mãe estaria desacordada depois de um briga que tiveram. O filho, que não teve o nome revelado, foi até a residência e viu o pai fugindo em uma motocicleta. Ao entrar na casa, encontrou a mãe caída no chão da sala já sem vida.

O jovem acionou uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que, ao chegar no local, constatou o óbito.

Segundo informações policiais, o casal estaria discutindo após o homem ter descoberto uma possível traição. A polícia realiza rondas pela região mas, até as 13h, o suspeito não foi localizado.

Aguinaldo Mota – WSCOM