As planilhas da JBS para Palocci

De acordo com as informações do site O Antagonista, Joesley Batista também entregou à Polícia Federal planilha com os pagamentos feitos ao ex-ministro Antonio Palocci, entre dezembro de 2008 e junho de 2010. Foram R$ 2,1 milhões em consultorias.

Em sua delação, Joesley disse que contratou Palocci para lhe ensinar sobre política e fazer avaliações de mercado, identificando oportunidades de investimento para o grupo JBS.

O delator garantiu que não houve ilegalidade na atuação de Palocci e que os serviços foram prestados. Rodrigo Janot acreditou.

Com informações do Antagonista